HADDAD DEFENDE ENEM OBRIGATÓRIO


23/09/2011 às 14h16
Ministro da Educação, Fernando Haddad, defende a obrigatoriedade do ENEM a alunos concluintes do Ensino Médio.

No último dia 12, o Ministro Fernando Haddad defendeu que o Exame Nacional do Ensino Médio se torne obrigatório a alunos concluintes do Ensino Médio. Para ele, essa obrigatoriedade melhoraria os indicadores qualitativos do Ensino no país.

Hoje, o exame é voluntário e tem a participação, segundo o MEC, de 56% dos alunos. Houve um crescimento grande, pois houve a adesão de faculdades públicas como método de seleção (vestibular), que começou em 2009.

Em entrevista ao jornal O Estado de São Paulo, o ministro disse que os estudantes não teriam uma nota a atingir, sendo uma simples participação do estudante.

Seria uma atividade obrigatória para a conclusão dos estudos. Não significa que o estudante precisaria atingir uma nota específica, mas a mera participação (seria suficiente). Seria como o Enade (Exame Nacional de Desempenho de Estudantes) em que todos os alunos são convocados a fazer a prova e obrigados a participar.

Haddad ainda prevê que os vestibulares serão extintos, sendo o ENEM o método de seleção formal – vestibular. Para ele, vai ser natural esse movimento das universidades de abrirem mão de algo que não diz respeito a elas (cuidar dos exames de seleção). Em lugar nenhum do mundo é assim. A evolução tem sido muito boa e nosso prognóstico é que a cada ano haverá mais vagas para ingresso no Sisu e no ProUni (Programa Universidade para Todos).
———————————————————————————————————————-
O ENEM tem sido questionado por diversos profissionais ligados à educação e pelos próprios alunos desde o vazamento de informações de seu conteúdo em 2009. Embora tenha tomado as medidas de anular o exame, substituir as provas e a instituição que era responsável pela impressão e distribuição das provas, a imagem do ENEM ficou desgastada. Essa imagem, já desgastada, contou com problemas de impressão num número muito grande de avaliações, quando houve a inversão dos gabaritos. Neste caso, muitos estudantes ficaram extremamente temerosos e, em alguns casos, entraram com recurso judicial.
Outro fator apontado por muitos alunos, é que as questões do ENEM são extensas. Até aqui, nenhuma novidade, afinal, os diversos vestibulares brasileiros são extensos. Contudo, ao longo dos anos, o ENEM ficou com uma “cara” muito diferente. Antes, a prova era feita em 4h (quatro horas), num único dia: os estudantes faziam o exame com questões de todas as disciplinas. Hoje, após algumas edições, o ENEM é aplicado em dois dias e o tempo de aplicação do exame é de cerca de 3 horas para cada dia.
Mas, apesar de estar mais parecido com os grandes vestibulares, muitos estudantes ficam receosos em prestar o exame. Muitos deles resistem e preferem os vestibulares tradicionais das universidades brasileiras ao ENEM. Resta saber se o MEC conseguirá, a partir deste ano, restaurar a credibilidade do exame, perdida nestes dois anos (2009/2010).

POR:
>>>IGOR DIAS

Anúncios

4 pensamentos sobre “HADDAD DEFENDE ENEM OBRIGATÓRIO

  1. Pingback: APÓS VAZAMENTO DE INFORMAÇÕES, JUIZ ANULA QUESTÕES DO ENEM « BlogNews

  2. Pingback: ADVOCACIA GERAL DA UNIÃO DIVULGA QUE MEC RECORRERÁ À DECISÃO JUDICIAL EM TORNO DO ENEM « BlogNews

  3. Pingback: “USPIANOS” DEIXAM PRÉDIO DA REITORIA E SERÃO INDICIADOS POR 3 CRIMES « BlogNews

  4. Pingback: EM MEIO À CRISE DO ENEM, MINISTRO HADDAD É DECLARADO CANDIDATO PELO PT À PREFEITURA DE SP « BlogNews

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s